Ceará

Ceará registra 5 casos suspeitos da 'doença da urina preta'

  • PDF

Imagem relacionada

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) registrou cinco casos suspeitos de "mialgia aguda a esclarecer", conhecida como "doença da urina preta", entre os dias 5 e 19 de janeiro. De acordo com a nota divulgada no início da noite desta quinta-feira (19) pela secretaria, são dois pacientes do sexo masculino e três do sexo feminino. Destes, três são de Fortaleza, um é residente em Salvador (Bahia) e outro residente de São Paulo.

Ainda de acordo com a Sesa, os acometidos apresentaram os seguintes sinais e sintomas: dores musculares intensas de início súbito, acometendo principalmente a região cervical, membros inferiores e superiores, mudança na tonalidade da urina (variando entre vermelho escuro e castanho), elevações significativas nas dosagens da cretinofosfoquinase (CPK) e os níveis hepáticos (TGO e TGP). Não houve relato de febre, cefaleia, artralgia ("dor nas juntas") ou exantema (erupções cutâneas vermelhas).
A Secretaria disse que foi realizada uma coleta de amostras dos pacientes para diagnóstico laboratorial e diferencial (leptospirose, dengue e hepatite). As secretarias de saúde do Estado e do município de Fortaleza estão monitorando a ocorrência e a investigaram todos os casos com objetivo de esclarecer a etiologia de tal evento considerando o cenário epidemiológico e a similaridade com os casos notificados na Bahia.
Mesma família
Em 13 de janeiro, a Sesa divulgou a notificação de três casos suspeitos. Quatro pessoas da mesma família manifestaram sintomas da "doença" em Fortaleza. Entre elas, um idoso de 70 - anos que ainda está internado em um hospital particular - , as duas filha e mulher dele.

As duas filhas e a mulher apresentaram sintomas da doença "de maneira branda" e foram liberadas, segundo um dos médicos que acompanha os casos e não autorizou identificação.
Uma das filhas mora e trabalha em Salvador, e esteve em Fortaleza para passar o Natal com a família. Ela ficou internada por três dias no hospital, com um quadro mais brando, tomando soro, fazendo exames e foi liberada.

Fonte: G1/CE

Após forte chuva, Bica do Ipu volta a aparecer no primeiro registro do ano

  • PDF

Após as chuvas de ontem a noite de da manhã deste sexta-feira a queda d'água da Bica de Ipu voltou a dar o ar da graça com uma forte lamina d´água que pode ser vista somente após a neblina que cobria o paredão da serra cessar.

"É motivo de muito orgulho para nós ipuense voltar a ver a Bica do Ipu das janela de nossas casas" afirma uma moradora do bairro Reino de França. "Muito linda nossa bica" comemora. A última vez que o véu de noiva aparecer com essa intensidade foi em janeiro do ano passado.

Fonte: Ipu Notícias

Fortaleza e RMF avançam na redução do consumo de água

  • PDF

Resultado de imagem para redução consumo agua

Consumidores de Fortaleza e Região Metropolitana (RMF) têm conseguido avançar na redução do consumo de água. Dados da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) registraram em dezembro de 2016 uma redução de 8,8% do volume médio de água consumida. O percentual representa um total de 1,06 milhão de metros cúbicos a menos que a média utilizada para cálculo da tarifa de contingência. Desde a implantação do mecanismo, o mês de dezembro de 2016 obteve maior percentual de redução registrado pela Cagece.

Apesar de não ter atingido a meta de 20% de redução, prevista para aplicação da tarifa de contingência, a população tem demonstrado comportamento mais consciente uma vez que, quando observado o consumo individual, por ligação de água, o mês de dezembro registrou o menor consumo dos últimos 36 meses.

Quando comparado com novembro de 2016, cerca de 32 mil clientes deixaram de pagar tarifa de contingência por terem conseguido consumir dentro da meta estabelecida. Em dezembro, o mecanismo foi aplicado a aproximadamente 244 mil consumidores de Fortaleza e RMF.

No acumulado do ano de 2016 (janeiro a dezembro), a economia foi de 7,9 milhões de metros cúbicos de água, quando comparado com o período base para cálculo da tarifa de contingência (outubro de 2014 a setembro de 2015). O total economizado no ano é equivalente ao volume de água consumido pelos clientes de Fortaleza em dezembro de 2016.

No mês passado a Cagece arrecadou R$ 8,1 milhões com a tarifa de contingência. Somado ao arrecadado no ano de 2016, a companhia recebeu cerca de R$72,8 milhões com o mecanismo. Esses valores são todos destinados a ações de enfrentamento à seca.

Saiba mais

A tarifa de contingência é aplicada aos clientes da Cagece que não reduzirem o consumo de água, conforme meta definida para cada cliente e informada nas contas de novembro de 2015. O mecanismo, autorizado em novembro do ano passado pelas agências reguladoras no Estado, tem por objetivo estimular a redução do consumo de água durante o período de escassez hídrica. A tarifa com a nova meta de 20% entrou em vigor na capital a partir do dia 18 de setembro de 2016, e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no dia 19 do mesmo mês.

De acordo com as resoluções das agências reguladoras, ficam isentos da cobrança da tarifa clientes que consomem dentro da demanda mínima da categoria de seu imóvel, bem como hospitais, prontos-socorros, casas de saúde, delegacias, presídios, casas de detenção e as unidades de internato e semi-internato de adolescentes em conflito com a lei.

Serviço

Para saber mais sobre como funciona a tarifa de contingência, a Cagece disponibilizou na internet um guia explicativo sobre o mecanismo. O material pode ser acessado através do portal da Cagece (www.cagece.com.br). Para baixar o conteúdo, acesse o portal da Cagece e escolha a opção “Revisão e Tarifa de Contingência”, no menu à esquerda da tela, em seguida, clique em “Fique por dentro”.

Além disso, para facilitar, a Companhia também lançou na internet um simulador que permite conhecer a meta estabelecida pela contingência e calcular a conta. Para simular, é necessário ter em mãos o número de inscrição e o CPF ou CNPJ do cliente. O simulador está disponível no portal da Cagece (www.cagece.com.br), na aba de “Atendimento Virtual”, na opção “Tarifa de contingência”. Quem preferir, também pode acessar o simulador pelo celular, por meio do aplicativo Cagece Mobile.

Outras informações também podem ser obtidas pela Central de Atendimento, através do telefone 0800.275.0195, ou nas e lojas de atendimento da Cagece.

Assessoria de Comunicação da Cagece

Medicina e arquitetura têm as notas de corte mais altas da UFC no Sisu

  • PDF

Resultado de imagem para ufc ceara

Os cursos de medicina, arquitetura e urbanismo, engenharia civil e engenharia elétrica têm as maiores notas de corte no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Para medicina em Fortaleza, a nota de corte é de 789,44. Em seguida, aparecem arquitetura (741,38), engenharia civil (739,12) e engenharia elétrica (720,18).
No interior, se destaca com a maior nota de corte o curso de engenharia civil no campus de Crateús, com 709,98 pontos. As notas de corte representam a menor pontuação para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados para uma das 238 mil vagas em todo o Brasil.
Confira as notas de corte de todos os cursos da UFC
As notas apontades neste levantamento consideram somente vagas oferecidas por meio da "ampla concorrência", às quais disputam estudantes que não se encaixam em critérios da Lei de Cotas ou em ações afirmativas próprias de cada universidade. As notas para cotas sociais e raciais são menores.
Aplicativo do Sisu
Neste ano, o MEC lançou um aplicativo para os sistemas Android, Windows e IOS. A ferramenta é voltada apenas para consulta de informações do programa, já que a inscrição é realizada exclusivamente no endereço eletrônico sisu.mec.gov.br.

O aplicativo, gratuito, oferece consultas a vagas disponíveis e uma calculadora eletrônica, que permite simular a classificação parcial. Ele também oferece uma agenda para datas de inscrição até a convocação da lista de espera.

Sisu
As inscrições da primeira edição do Sisu 2017 começam no dia 24 de janeiro e seguem até as 23h59 do dia 27 de janeiro. O resultado da chamada regular será divulgado no dia 30 de janeiro. O edital foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (19).
Serão ofertadas 238.397 vagas em 131 instituições públicas de ensino superior. O número é maior do que o oferecido no ano passado, quando foram disponibilizadas 205.514 vagas.

Fonte: G1/CE

Ceará teve 96 casos de microcefalia confirmados em 2016, diz Sesa

  • PDF

Mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika, em laboratório dos Estados Unidos (Foto: Alvin Baez /Files/Reuters)

A Secretaria da Saúde confirmou 96 casos de microcefalia no Ceará em 2016. O número total de notificações chegou a 409 casos. Do total, 202 suspeitas foram descartadas e 111 continua em investigação. Até o momento, em 2017, foram notificados dois casos entre o dia primeiro e sete de janeiro - os dois ainda permanecem em investigação.

Em 2015, com início do monitoramento em outubro, foram 232 casos notificados, com 56 confirmados, 136 descartados e 40 que ainda são investigados.
Ainda no fim do ano passado, o Ministério da Saúde modificou os grupos para notificações em: recém-nascido com até 48 horas de vida, recém-nascido ou criança após as primeiras 48 horas de vida, condições identificadas durante o pré-natal, aborto espontâneo até a 22ª semana gestacional, óbito fetal ou natimorto e óbito neonatal precoce.
Com as novas recomendações, os casos podem ser encerrados também como casos prováveis e inconclusivos.

Total de 152 casos (2015-2015)
Entre o confirmados, a Sesa, afirma que 106 foram encerrados pelo critério clínico-radiológico e 46 pelo critério laboratorial, sendo que 6 casos foi apontada infecção congênita por algum Storch² e 40 casos pelo vírus Zika.
A maioria dos casos foi confirmada entre mulheres, com 79 registros, e 73 do sexo masculino. Dos 184 municípios cearenses, 119 notificaram casos da doença, onde 56 cidade confirmaram casos nos anos de 2015 e 2016.
Ainda no período foram notificados 50 óbitos suspeitos, destes, 25 foram confirmados, 4 foram descartados e 21 seguem em investigação. Fortaleza concentra o maior número de dos óbitos confirmados (9).
Recomendações
Para evitar o contágio, a Secretaria de Saúde orienta sobre os cuidados com o mosquito Aedes aegypti, vetor do vírus. As gestantes devem fazer uso de repelente tópico, considerando a relação causal entre o Zika vírusx e os casos de microcefalia relacionada ao vírus Zika diagnosticados no país. Estudos indicam que o uso tópico de repelentes a base de DEET por gestantes não apresenta riscos.
Em casa, os repelentes ambientais saneantes regularizados devem ser regularizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisax). Esses produtos não devem ser indicados ou utilizados diretamente em seres humanos, mas em superfícies inanimadas e/ou ambientes, seguindo sempre, com atenção, as orientações do fabricante.
É importante que as gestantes realizem um acompanhamento e as consultas de pré-natal, com a realização de todos os exames recomendados pelo médico. Elas também não devem consumir bebidas alcoólicas ou qualquer outro tipo de drogas, não utilizar medicamentos sem orientação médica e evitar contato com pessoas com febre ou infecções.
Além disso, a população deve adotar medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas. Gestantes devem usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

Fonte: G1/CE

Cúpula da SSPDS é formada por perfis operacionais

  • PDF

A equipe que vai ajudar o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) a cumprir a meta de redução de roubos e furtos no Ceará, sem descuidar da diminuição dos homicídios, é formada por perfis técnicos e operacionais, a maioria com experiência acima de dez anos na segurança pública.

O perfil se assemelha ao do novo titular da pasta, delegado André Costa, que atua há 15 anos na Polícia Federal. Os nomes dos novos gestores foram divulgados ontem. A data de posse ainda será definida pelo Governo do Estado.

Como secretário-adjunto da SSPDS, assume o tenente-coronel Alexandre Ávila de Vasconcelos, atual comandante do Batalhão de Choque (BPChoque). O novo delegado-geral da Polícia Civil passará a ser Everardo Lima da Silva, que estava na chefia do Departamento Administrativo Financeiro da Civil.

O delegado-geral adjunto Marcus Vinícius Sabóia Rattacaso permanece na função.

A chefia de gabinete da Polícia Civil vai ficar a cargo do delegado Sérgio Pereira dos Santos, que hoje é titular da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

O tenente-coronel Alexandre Ávila atuou por 21 anos no BPChoque e por cinco foi comandante das tropas de operações especiais. É especialista em distúrbios civis, explosivos e armamento de menor potencial ofensivo.

Ávila é conhecido por investir no diálogo. Um dos episódios foi a manifestação que aconteceu no Instituto Federal do Ceará (IFCE), em 2014, quando manifestantes desocuparam a unidade de forma pacífica durante a negociação.

Ele também esteve no comando das tropas durante a Copa das Confederações, em 2013, quando o Estado foi o único no País que não teve bloqueio furado. O comandante foi responsável pela inserção de policiais mulheres no BPChoque.

Já o coronel Lauro Prado, que deixa a secretaria-adjunta, retorna à reserva da PM. Em conversa com O POVO, ele disse não ter pretensão de assumir novos cargos. “Agora vou pra casa, descansar. Tentar aproveitar tudo que construí nesse período. Foram 32 anos nesse ritmo, ligado 24 horas. Acho que vou levar algum tempo para desacelerar”, conta. (colaborou Thiago Paiva)

Fonte: O Povo Online

EDUCAÇÃO: Melhor evolução no País é do Ceará

  • PDF

O Ceará apresenta as maiores evoluções entre os números de 2013 e 2015 de alunos do 5º ano do ensino fundamental que têm conhecimento adequado à idade. Com aumento de 15,6 e 8,5 pontos percentuais em Português e Matemática, espectivamente, o Estado passou de 45,4% para 61% em Português — o 6º melhor percentual do Brasil e o melhor do Norte e Nordeste; e de 35,4% para 44% em Matemática — o 11º melhor percentual do País, também no topo regional.

Os dados fazem parte de relatório da Meta 3 do Todos Pela Educação (TPE) — Todo aluno com aprendizado adequado ao seu ano —, realizado com base na proficiência dos alunos nas avaliações da Prova Brasil e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2015. O movimento considera que tem aprendizado adequado o aluno que atinge ou supera as seguintes pontuações em Português e Matemática: 200 e 255 no 5º ano do Ensino Fundamental; 275 e 300 no 9º ano do Ensino Fundamental; e 300 e 350 no 3º ano do Ensino Médio.

Analisados os percentuais de cidades onde os alunos atingiram o nível satisfatório de aprendizagem, o Estado tem 94,9% de municípios que alcançaram a meta no 5º ano em Português — o índice mais alto entre os estados da federação. O feito se repete na mesma disciplina no 9º ano, com 73% dos municípios com a meta batida. Na avaliação de Matemática, com índice de abrangência dos municípios de 89,2%, o Ceará é o segundo colocado, atrás apenas do Acre. No 9º ano, apesar do índice baixo de 22,6% dos municípios no patamar desejado, o Estado é o que apresenta a melhor taxa no País.

Para o gerente de Conteúdo do TPE Ricardo Falzetta, “o desempenho do ensino fundamental 1 mostra que algumas políticas públicas, como o Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Paic), deram resultado”. “Existem críticas que se pode fazer, mas tem uma continuidade e ele foi aperfeiçoado ao longo dos anos”, aponta.

Rogers Mendes, coordenador de Gestão Pedagógica da Secretaria da Educação do Estado (Seduc), afirma que o Mais Paic deverá, nos próximos anos, ampliar os bons resultados para os anos finais do ensino fundamental e também para o ensino médio.

O Estado tem nove cidades entre as 100 melhores em Português e 14 entre as com maiores índices em Matemática no 5º ano, em um universo dominado por municípios do Sudeste e do Sul.

No 9º ano, são duas e quatro as cidades entre as 100 com mais altos índices do País. “O Ceará é talvez o único Estado que tem um nível sócio-econômico abaixo da média brasileira e que está conseguindo resultados na educação acima da média”, destaca Falzetta.

Fonte: O Povo Online

Última atualização em Qua, 18 de Janeiro de 2017 09:30

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Total de Acessos

  • Visualizações de Conteúdo : 17813343

.:: Fique ainda mais conectado ao seu SPN::.


Internautas Online

Nós temos 1206 visitantes online